Imagen Institucional
Ayudas AEDID para la cultura

ABERTA A CANDIDATURA DE AJUDAS IBERESCENA 2017-2018
ATÉ O 29 DE SETEMBRO

 

As propostas podem ser inscritas exclusivamente através do link:

solicitudes.iberescena.org

 

 

NOTÍCIAS

ATA DA XIV REUNIÃO DO COMITÊ INTERGOVERNAMENTAL

ATA DA XIV REUNIÃO DO COMITÊ INTERGOVERNAMENTAL DE IBERESCENA REALIZADA EM SANTIAGO DE CHILE DE 2 A 5 DE ABRIL DE 2013.

OPrograma de Cooperação Ibero-americana,Iberescena, aprovado pelos Chefes de Estado e de Governo na XVI Cúpula Ibero-americana realizada em Montevidéu em 2006, é formado pela Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, México, Peru e Uruguai.
A abertura da reunião esteve a cargo de Carlos Lobos, Subdiretor Nacional do Conselho Nacional da Cultura e das Artes (CNCA) do Chile, que, após algumas palavras sobre a pertinência da reunião e as conquistas do Programa Iberescena no país, deu as boas vindas aos participantes em nome do Ministro – Presidente Luciano Cruz-Coke a: Enrique Vargas Flores, Subdiretor de Assuntos Culturais da Secretaria Geral Ibero-americana, SEGIB; Guillermo Parodi, Diretor Executivo do Instituto Nacional do Teatro e Francisca D’Agostino, Secretária Geral da mesma entidade, ambos da Argentina; Antonio Gilberto Porto Ferreira, Diretor do Centro de Artes Cênicasda Fundação Nacional das Artes, FUNARTE, do Ministério da Cultura do Brasil; Javier Chamas, Chefe do Departamento de Fomento das Artes e Indústrias Criativas do Conselho Nacional da Cultura e das Artes (CNCA); Magdalena Moreno, Chefe da Unidade de Assuntos Internacionais, CNCA; Ramón Solís, Coordenador de Política Exteriorda Unidade de Assuntos Internacionais, CNCA; Andrea Serrano, Coordenadora Internacional de Áreas Artísticas e Indústrias Criativas da Unidade de Assuntos Internacionais, CNCA; Lucía de laMaza Cabrera, Coordenadora daÁrea de Teatro doDepartamento de Fomento das Artes e Indústrias Criativas, CNCA; Francisca Las Heras, Coordenadora daÁrea de Dança, Departamento de Fomento das Artes e Indústrias Criativas, CNCA; eMacarena Simonetti, Coordenadora da Área de Artes Circensesdo Departamento de Fomento das Artes e Indústrias Criativas, CNCA, Chile; Manuel JoséÁlvarez, Coordenador de Artes Cênicasdo Ministério da Cultura da Colômbia; Silvia Quirós, Diretora do Programa Nacional para oDesenvolvimento das Artes Cênicas, e Marielos Fonseca Pacheco, Diretora Executiva do Teatro Popular Melico Salazar, da Costa Rica; Valeria Andrade Proaño, Direção de Artes Cênicas e Performance, Subsecretaria de Artes e Criatividade, Ministério da Cultura do Equador; Alejo Campos, Diretor Nacional de Relações Internacionais e Cooperação, Secretaria da Cultura daPresidência de El Salvador;Cristina del Moral, Chefe de Departamento Adjunta, Direção de Relações Culturais e Científicas, AECID, Espanha; Pablo de la Cruz Pérez, Chefe da Área da Subdireção Geral de Teatro, INAEM, Ministério da Educação, Cultura e Desportos de Espanha;Juan MeliáHuerta, Coordenador Nacional de Teatro doInstituto Nacional de Belas Artes, CONACULTA, México; Gianni Bianchini, Chefe do Gabinete de Cinema do Instituto Nacional de Cultura (INAC), Panamá (país convidado); JeanFrancoisMerlet, Encarregado de Assuntos Culturais da Embaixada do Peru no Chile; AlejandraCastiñeiraLatorre, Primeira Secretária da Embaixada do Uruguai no Chile; e Guillermo Heras Toledo, Secretário Técnico do Programa Iberescena.
Dá-se as boas vindas a El Salvador como novo país membro do Programa e ao Panamá na sua qualidade de convidado, que ratificará em breve a sua entrada plena no Programa.
Decide-se mediante votação afirmativa que a convocatória de Iberescena para 2013 estará aberta de 12 de abril a 12 de setembro do presente ano.
O presidente do Programa, Juan Meliá, nas suas palavras de abertura da XIV Reunião Ordinária do Comitê Intergovernamental Iberescena, ratifica que este esforço se traduz num espaço de cooperação, integração e diálogo permanente entre os diferentes setores das artes cênicas para a busca de consensos no fortalecimento, promoção e projeção das suas atividades em todo o âmbito ibero-americano. Valorizou a Carta Cultural Ibero-americana como um quadro de referência na atuação e estímulo no favorecimento da cooperação cultural, intercâmbio e assistência técnica entre países. Reconheceu que os programas e projetos de colaboração ibero-americana demonstram a validade e a importância do esforço solidário da cooperação no espaço ibero-americano. Também destacou o seu caráter político e o bom progresso do Programa dando relevo à importância da tomada de decisões de forma horizontal e solidária, e instou os participantes a procurarem formas criativas de fortalecer Iberescena tanto hoje como no futuro.
Guillermo Heras, Secretário da Unidade Técnica Iberescena (UTI), informa sobre os avanços do programa e lamenta as ausências das Antenas do Uruguai e do Peru devido a razões de caráter interno, e reflete sobre a importância da presença das Antenas nacionais. Agradece a organização do encontro no Chile.
Em seguida ratificou-se a contribuição econômica dos países membros do Comitê Intergovernamental de Iberescena(CII):
Argentina: 150.000 dólares.
Brasil: 200.000 dólares.
Colômbia:100.000 dólares.
Costa Rica: 80.000 dólares.
Chile: 100.000 dólares.
Equador: 75.000 dólares.
El Salvador: 15.000 dólares.
Espanha: 300.000 euros.
México: 120.000 dólares.
Peru: 75.000 dólares.
Uruguai: 75.000 dólares.
Guillermo Parodi confirma Buenos Aires, Argentina, como sede da XV Reunião Intergovernamental a celebrar-se de 2 a 5 de dezembro, e alarga o convite até ao dia 8 do mesmo mês, para que os membros do CII participem no projeto especial: Congresso de Políticas Públicas Teatrais.
Vota-se positivamente o início das diligências da celebração da XVI Reunião do Comitê Intergovernamental num dos centros de formação da AECID na América Latina.
O México propõe-se como sede da XVII Reunião do Comitê Intergovernamental.
Analisam-se os resultados da avaliação do Programa encomendada pela SEGIB à empresa Gestión y Contenido S.A. e estabelece-se a criação de duas comissões: uma para elaborar um manual básico de funcionamento para as Antenas, formada pela Argentina, Costa Rica, Equador, Espanha e México; e outra comissão formada pela Argentina e Costa Rica para criar uma estratégia de visibilidade para o Programa.
Aprova-se um Projeto Especial de sinergia com os Programas Iberorquestas Juvenis e Ibermúsicas no qual Ibserescena contribuirá com 8 mil euros.
Aprova-se também a impressão da segunda edição do Projeto Especial Antologia de Dramaturgia Iberescena pela Editorial Paso de Gato, a referida publicação poderá ser comercializada seguindo as indicações do CII.
Apresentam-se contas sobre os projetos especiais realizados até ao momento: pela Colômbia o Encontro de Circo (para o qual se prevê uma segunda edição já aprovada); pela Costa Rica o projeto “Iberescena pela América Central”, pela Argentina o Seminário de Sistemas de Produção e Modelos de Autogestão nas Artes Cênicas, pelo México a publicação da Antologia de Dramaturgia Iberescena, e por fim o Chile com o Seminário “Criando um circuito transoceânico ibero-americano” em Puerto Natales.

Perante o pedido do SecretárioTécnico daUTI, Guillermo Heras, cada antena aceita elaborar um relatório de gestão das artes cênicas nos seus respetivos países, para ser apresentado na próxima reunião em Buenos Aires, Argentina.
Em seguida procede-se à revisão e aprovação das linhas de ajuda do Programa mudando-se o nome de Criação em Residência para Criação Cênica Ibero-americana em Residência. Também se discutem as linhas: Ajudas à Coprodução de Espetáculos Ibero-americanos de Artes Cênicas, Ajudas a Redes, Festivais e Espaços Cênicos para a Programação de Espetáculos, introduzindo-se diversas modificações nos mesmos que são enumeradas na nova redação dos referidos documentos. Fortalece-se também a Linha de Projetos Especiais, dotando-a de maior ligação institucional e do compromisso de lhe dar maior visibilidade.
O Subdiretor de Cultura da SEGIB, Enrique Vargas Flores, apresentou ao CII do Programa Iberescena um relatório geral sobre o estado do resto dos Programas de Cooperação Ibero-americana em matéria de cultura, saudou os países que participam pela primeira vez neste Comitê e valorizou a incorporação plena da República de El Salvador no Programa. Reconheceu o papel da UTI no desenvolvimento do Programa e o trabalho do presidente do mesmo. Referiu-se ao relatório executivo apresentado sobre a Avaliação ao Programa, e falou sobre a necessidade de estabelecer uma estratégia específica para a diversificação das fontes de financiamento para contribuir para a futura viabilidade do Programa. Também referiu o caso particular da República Dominicana com a falta da pagamento da sua quota ao Fundo. De igual modo, informou os presentes sobre as causas da ausência das Antenas do Uruguai e do Peru na reunião.
Após esta intervenção, o comitê solicita informação sobre a situação das Honduras, Guatemala e Nicarágua relativamente à sua entrada no Programa; sobre o caso do Uruguai e o apoio da SEGIB à UTI perante diversas circunstâncias que surgiram após a leitura da avaliação do Programa.
Após a revisão de assuntos pontuais entre a UTI, a presidência do Programa e a SEGIB, o subdiretor de cultura propôs a realização de uma reunião urgente entre as três partes a fim de avançar na solução dos temas apresentados. Por fim, o representante da SEGIB manterá uma reunião bilateral com o representante do Panamá para atender ao seu pedido a fim de conseguir a participação plena deste país no Programa.
Procede-se à eleição do presidente do Comitê sendo reeleito Juan Meliá e propõe-se: rotação obrigatória do cargo após um período de 3 anos consecutivos, podendo este cargo ser ratificado anualmente pelo Comitê Intergovernamental.
O Comitê Intergovernamental do Programa Iberescena lamenta o recente falecimento da bailaria e coreógrafa chilena Hilda Riveros, que desenvolveu parte importante da sua formação e carreira artística em Cuba e no Peru, com enorme projeção internacional para as artes cênicas.
O Comitê Intergovernamental agradece à Antena do Chile a perfeita organização e o magnífico acolhimento da XIV Reunião Ordinária do CII.
Santiago do Chile, 5 de abril de 2013.