Imagen Institucional
Ayudas AEDID para la cultura

ABERTA A CANDIDATURA DE AJUDAS IBERESCENA 2017-2018
ATÉ O 29 DE SETEMBRO

 

As propostas podem ser inscritas exclusivamente através do link:

solicitudes.iberescena.org

 

 

NOTÍCIAS

La Ruta de su Atração

Teatro Abya Yala (CR) e o Latin Theatre International Wolfsohn and Hart Voice Work (BR) reafirma o temporada de apresentações do espetáculo La Ruta de su Atração - Yolanda Oreamuno e Chiquinha Gonzaga - que estreou em 8 de novembro no Teatro 1887, na cidade de San José - Costa Rica. O espetáculo é prduzido entre artistas do Brasil, México e Costa Rica, graças ao apoio do Iberescena.


Nesta segunda e última semana de apresentações em San José - Costa Rica gostaríamos de convidar o nosso público a conhecer e apreciar algumas características bem específicas desta montagem, por exemplo, desfrutar da história de Chiquinha Gonzaga, mulher com produção musical e teatral - músicas e teatro musical desde o Século XIX com música brasileira de qualidade e que recebe uma elaboração musical/vocal delineada por Carlos Castro que explora o “setting” musical de Chiquinha para o desenvolvimento dos temas aplicados a uma sonoridade costarriquenha buscando a exploração do ambiente psicológico da obra de Yolanda nas vozes cantadas, por exemplo, em agonia de Teresa, personagem de Yolanda Oreamuno,
A mitificação, a busca da identidade após a morte e as singularidades da obra estão inscritas em elementos não verbais, porém, textuais de outra ordem. Com isso o espetáculo pede a atuação cuidadosa, meticulosa e belíssima de Roxana Ávila interpretando, a ela mesma, como atriz, depois como Yolanda Oreamuno, uma narradora e a articulação desses personagens junto à manipulação da boneca/títere; pede uma escuta e uma articulação musical que Carlos Castro na inteligibilidade da articulação dos temas brasileiros para comporem o cenário sensório da obra através da música efetuando uma ponte intercultural - realizando o que chamamos aculturação, na união com Paula Molinari na criação de uma atração que se dá no ambiente sonoro da obra. Chiquinha Gonzaga, interpretada por Paula Molinari é apresentada desde um lugar que transita da realidade dura de um país que é vendido como o paraíso das alegrias, expressando a dor e alegria que fazem parte do equilíbrio do ser brasileiro na obra de Chiquinha Gonzaga, fugindo da caricatura do que é Brasil e, claro, valendo-se em cena de instrumentos musicais variados, tais como, chocalho, accordión, cavaquinho e piano. Como não poderia deixar de citar, uma voz que não é qualquer voz mas, uma voz que transita do grave ao agudo quebrando as barreiras do paradigma da classificação vocal e que só é possível porque a obra foi criada para as pessoas que delam participam. Cada personagem, cada som, cada texto verbal, visual ou sonoro foi criado para seus intérpretes. Só e somente só. A música de Chiquinha interpretada por Paula Molinari e Carlos Castro, deixa de ser trilha sonora para ser a voz de Chiquinha Gonzaga que se expressa em solo em como em Lua Branca, uma das canções mais populares da compositora, e que dialoga, a música, com Yolanda Oreamuno durante o espetáculo. Um equilíbrio nada fácil de se conseguir porque não é trilha sonora e sim, voz que dialoga entre traduções da arte pela arte.


Carlos Castro, compositor ganhador de um Grammy, Paula Molinari, brasileira, cantora, instrumentista, compositora, perforare docente reconhecida da técnica vocal Wolfsohn/Hart/Molinari, Jurgen Ureña, videasta, y Chisco Arce, artista plástico e de video, Patricia Gutiérrez, cenógrafa e iluminadora mexicana premiada na Inglaterra em 2012, Roxana Avila y David Korish, co-diretores do Teatro Abya Yala desde 1991, Mariela Richmond, designer gráfica, Micaela Piedra, figurinista, Anabelle Contreras, consultora da parte de pesquisa. Todos co-criadores do roteiro.


Para ver uma nova proposta sobre duas mulheres e suas obras de arte, com uma proposta polêmica em seus países de origem, temos somente mais 4 apresentações. De quinta a domingo, 14 a 17 de novembro, no TEATRO 1887 do CENAC. Quinta a sábado às 20h e domingo às 18h. Reservas pelo telefone +86 22 578305 da Compañía Nacional de Teatro/CR.


Maiores informações:
www.teatro-abyayala.org

https://www.facebook.com/LatinTheatreInternationalWolfsohnAndHartVoiceWork
 

La Ruta de su Atração